Horário: De terça a domingo das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30

O Tulipeiro

O Tulipeiro

O maior Tulipeiro de Portugal

O Museu dos Biscainhos conserva no seu vasto jardim histórico uma magnífica árvore bissecular da espécie Liriodendron tulipifera L., vulgarmente conhecida por Tulipeiro da Virgínia. Tudo aponta para que esta árvore seja o exemplar arbóreo representado no mapa da cidade de Braga datado de 1755. De acordo com o gosto paisagístico do século XVIII, este tulipeiro foi plantado em simetria com um outro exemplar que sobreviveu até ao final da década de 1970. No local deste, foi plantado em 1997 um novo tulipeiro.

Face às qualidades extraordinárias e por se tratar do exemplar desta espécie com maiores valores dendrométricos registados até ao momento em Portugal, o tulipeiro dos Biscainhos foi classificado como de Interesse Público em 2010.

Alguns dados do Bilhete de Identidade do Tulipeiro:
Idade: 270 anos.
Diâmetro médio da copa: 19,90 metros.
Altura total: 27,40 metros.

ÁRVORE DO ANO 2021

8º Lugar

ver votação

Tulipeiro da Vígínia

Tulipeiro dos Biscainhos: um aristocrata de além-mar

Plantado no reinado de D. João V, o Tulipeiro faz jus à grandeza da nossa história. Da América Norte, chegou em plena época de expansão, anunciando ideias e exotismo do novo mundo.

Ao gosto da época foram plantados 2 tulipeiros, mas só um ficou como guardião de memórias…E que memórias!

As do contacto com grandes mestres da arquitetura bracarense: Manuel Fernandes da Silva e André Soares, cuja obra ainda hoje distingue o carácter da cidade. Outras estarão guardados nas raízes, tronco e ramos ancestrais.