Horário: De terça a domingo das 10:00h às 12h30 e das 14h00 às 17:30h

A Arquitetura

A Arquitetura

Um jardim arquitetónico

No seu conjunto estabelece uma “quinta de recreio” de plano simétrico, percorrida por um arruamento central e outros laterais, delimitados com sebes de buxo e enriquecido com alegretes, fontes e esculturas barrocas.

O jardim formal, que terá tido intervenção do mestre pedreiro Manuel Fernandes da Silva, numa primeira fase, tem um traçado labiríntico de canteiros de buxo estabelecendo um simetria plena. A embeleza-lo existem janelas e portões ornamentais, encimados por pináculos (portão nascente) ou por meninos com charamelas (portão poente) esculturas, painéis de azulejos, cinco fontes de repuxo, um pavilhão de jardim, um mirante e duas casas de fresco topiadas em cameleiras. Tanto a fonte do terreiro como a central do Jardim formal serão de autoria de André Soares, durante as intervenções de meados do século XVIII (1752?)