Horário: De terça a domingo das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30

Permanência de associação coloca em risco fundos para os Biscainhos

… “Até à data, apesar de diligências várias no sentido da desocupação da ala nascente, pertença do Ministério da Cultura, a referida associação não desocupou o local», revela a ASPA, esclarecendo que «a Associação foi notificada para abandonar o local até ao passado dia 30 de abril de 2021, de modo a permitir a instrução do processo de candidatura e, também, das obras de conservação e restauro inadiáveis, já aprovadas para o ano em curso».
Contudo, até à data permanecem no local, colocando assim em risco toda a instrução do processo e a possibilidade de aprovação da candidatura.
Em declarações ao Diário do Minho a diretora do Palácio dos Biscainhos, Isabel Silva, explicou que o Museu efetuou diversas tentativas de diálogo com a Associação de Reformados dos TUB, tendo inclusivamente agilizado, com o apoio do Município de Braga, duas alternativas de realojamento, que foram ambas rejeitadas por parte da associação.

in Diário do Minho de 8.maio.2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *