Horário: De terça a domingo das 10:00h às 12h30 e das 14h00 às 17:30h

18 MAIO | DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS |

Atividades no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus, com o tema – “O futuro dos museus: recuperar e reimaginar ”

 

10H00 | Inauguração da exposição “O passado do Futuro: do lixo ao luxo”

O Museu dos Biscainhos em parceria com a ATNP-Assistência aos Tuberculosos do Norte de Portugal e o projeto Alexandra Arnóbio Upcycling Project´s, pretende-se demonstrar a importância de perpetuar a memória dos objetos, de aspetos fundamentais da sociedade ao nível económico e ambiental. Chamando á atenção da necessidade de mudança de uma economia linear para uma economia circular, provando que os resíduos são e devem ser um recurso a explorar, em que toda a comunidade pode tomar um papel ativo, sendo os museus espaços abertos á reinvenção e locais para a consciencialização social, incluindo através da inclusão. Entre os vários objetivos esta exposição pretende chamar à mudança de comportamentos.

Patente até dia 30 de maio.

Publico alvo: Geral | Nº Máximo: 10 pessoas por visita| Acesso: A exposição está inserida no percurso expositivo permanente, pelo que o acesso só é gratuito no dia 18 de maio, e aos domingos todo o dia.

10H00 | Vídeo “O Museu como motor de uma cidadania ativa”

Lançamento de vídeo com testemunhos dos parceiros com intervenção social na comunidade, apresentando o Museu como um espaço inclusivo, aberto a toda a comunidade e públicos promovendo uma integração e desenvolvimento de diversas competências, sendo um motor para a cidadania ativa, participativa e responsável.

Link para a atividade: https://www.youtube.com/watch?v=q2I9AbcTEmY *

* disponível a 18 de maio

18, 19, 20, 21,22,25,26,27,28,29 de maio| TEATRO : “ A MAIS FORTE” e “PÁRIA” | 19h00|20h00

A Companhia de Teatro de Braga em parceria com Museu dos Biscainhos apresenta duas duas peças de Teatro Experimental de autoria de Strindberg “A Mais Forte”, peça escrita essencialmente para Siri von Essen, sua mulher, e “PÁRIA”, uma adaptação teatral muito pessoal do conto de Ola Hanson, escritor sueco seu amigo. Como se sabe, a vida do seu Teatro Experimental, como a sua própria foi turbulenta… como escreveu Gonçalo Vilas Boas, Strindberg, foi um dos maiores responsáveis da renovação da dramaturgia universal no século vinte

Esta apresentação pública surge num contexto de revalorização da criação artística e da vida cultural na Cidade que se quer Capital Europeia da Cultura em 2027. Se procurarmos em Braga história e lugar strindberguiano ele é, por natureza, o Palácio dos Biscainhos.

Publico alvo: Geral | Duração: 1h cada peça| Preço Normal: 10 euros/ Com Desconto: 5 euros* | Marcações: ctb@ctb.pt | 253 217 167

*desconto: Cartão jovem, Cartão estudante, Cartão quadrilátero, crianças até aos 12 anos, maiores de 65 anos;